Vencer e convencer: apoio do presidente pode não ser suficiente para Jair no Santos

Vencer e convencer: apoio do presidente pode não ser suficiente para Jair no Santos

Por Sérgio Ferreira 02/06/2018 - 07:25 hs

Por Visual News Notícias

A noite deste domingo será fundamental para o futuro de Jair Ventura no Santos. Pressionado, o técnico precisa dos três pontos diante do Vitória, às 16h (de Brasília), na Vila Belmiro, para permanecer no emprego.

Mais do que a vitória, o Peixe precisa convencer. As torcidas organizadas preparam protestos e o clima será hostil na Vila. Nova atuação ruim seria argumento para os dirigentes a favor de outra comissão técnica. O Comitê de Gestão se reunirá na noite de segunda-feira para avaliar o trabalho de Jair.

O treinador conta com o apoio de José Carlos Peres. O presidente entende que Jair Ventura faz o possível com o elenco que tem e vê a maior culpa na diretoria, incapaz de trazer reforços desde fevereiro, quando contratou Dodô. Antes, Eduardo Sasha e Gabigol chegaram.

O vice-presidente Orlando Rollo e outros membros do CG não têm a mesma certeza de Peres. A resposta do Santos neste momento de turbulência será decisiva. Há a prerrogativa de demissão apenas com a maioria dos votos entre os membros do colegiado.

O Peixe é o 18º colocado do Campeonato Brasileiro, com seis pontos em sete jogos (um a menos, a ser disputado contra o Vasco, depois da Copa do Mundo na Rússia). O aproveitamento de Jair é de 45%, com 13 derrotas, 12 vitórias e seis empates na temporada.

gazetaesportiva